Filme de Assassin’s Creed retrata a essência dos games com dignidade

Publicidade:

por Flávio Croffi, Geek Ness –

Assassin’s Creed é uma das mais conhecidas séries de games lançadas pela Ubisoft. E depois de muita espera e torcida por parte dos fãs, ganhou uma superprodução cinematográfica que estrela dois grandes atores: Michael Fassbender e Marion Cotillard.

Levando em conta todas as produções e adaptações de games para o cinema, a gente normalmente fica com o pé atrás. Será que o filme vinga a série?

Na opinião de quem escreve este artigo, vinga sim. E vou explicar o porquê.

A história de um credo que luta pela liberdade

Na trama, acompanhamos a história de dois personagens ligados por sangue. Callum Lynch, um condenado à cadeira elétrica em 2016, e Aguilar de Nerha, seu ancestral de 1492 que fazia parte da Irmandade dos Assassinos.

Lynch é usado como um experimento para reviver as memórias de seu ancestral, em um dispositivo chamado de Animus.

Matéria Completa, ::AQUI::

Leia Também>>  O pesadelo meritocrático e tecnognóstico em Advantageous

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *