Funcionária é demitida por não ‘achar nada’ da condenação de Lula

Publicidade:

Recepcionista de um salão de beleza no Rio de Janeiro foi demitida por se recusar a comentar a condenação do ex-presidente Lula pelo juiz Sérgio Moro; funcionária do salão carioca disse que “não achava nada” da condenação de Lula; uma colega de trabalho foi ao dono do estabelecimento e disse que “não queria ficar olhando a cara dessa petista”; a recepcionista foi demitida

Do Brasil 247

Mais uma vítima do ódio político no Brasil. Quarta-feira passada (12), depois da condenação de Lula, a colorista (quem pinta o cabelo) de um salão de madames em Ipanema, na Zona Sul do Rio, perguntou à recepcionista o que ela achava da decisão.

No que a moça respondeu que “não achava nada”, foi chamada de… “petista”, informa o colunista Ancelmo Góis, do Globo. E a colorista – que tem, entre seus clientes, as duas filhas de Eduardo Cunha – foi até o dono do salão: “Não quero ficar olhando para a cara dessa recepcionista petista”. Ontem, a moça foi demitida.

Leia Também>>  Polícia na Índia tenta desvendar mistério de menina encontrada vivendo com macacos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *