Gestão Doria recua e diz que pobres não serão enterrados em pé em cemitérios municipais

Publicidade:

Do Estadão:

A gestão João Doria (PSDB) vai liberar a cobrança de taxas anuais de manutenção de R$ 200 a R$ 600 para proprietários de jazigos nos cemitérios públicos municipais. Também deve permitir o sepultamento de pessoas de baixa renda não mais em covas rasas, mas em espaços com até três caixões para melhor aproveitamento das áreas dos cemitérios.

Os detalhes foram informados nesta sexta-feira, 23, pelo secretário de Desestatização e Parcerias, Wilson Poit, que anunciou a publicação de edital de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), convocando empresas a apresentarem estudos para definir a melhor forma de concessão dos 22 cemitérios da cidade e do crematório municipal, na Vila Alpina, zona leste.

As empresas que responderem o PMI vão desenhar modelos de concessão dos cemitérios. A ideia é que os espaços rendam receita para um gestor privado acabar com um déficit anual de R$ 8 milhões anuais entre os recursos obtidos pelos cemitérios e seus custos. O modelo final será definido pela Prefeitura e discutido em audiência pública com a população.

Leia Também>>  Foto de Gilmar Mendes com Kataguiri e Holiday, do MBL, viraliza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *