Grupos de direita se organizam para confronto em Curitiba no dia de depoimento de Lula

Publicidade:

Do blog de Marcelo Auler:

O circo está sendo montado. Diante da perspectiva de petistas, simpatizantes e defensores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva rumarem em caravanas para Curitiba, no dia 3 de maio, data em que ele estará frente a frente com o juiz Sérgio Moro para seu interrogatório, a direita também se organiza e tudo poderá acontecer.

Se sindicatos, CUT e movimentos sociais falam em levar 50 mil pessoas a Curitiba, apenas o Movimento Brasil Livre (MBL) promete encher 50 ônibus com manifestantes para, na mesma data, acamparem defronte do Fórum Federal da Avenida Anita Garibaldi, bairro do Ahú, na capital paranaense, clamando pela prisão de Lula. Outros grupos também deverão marcar presença. Entre os grupos que participam desta mobilização, há alunos da Universidade Federal do Paraná (UFPr).

Oficialmente, autoridades da Segurança Pública do Paraná garantiram ao Blog desconhecer a movimentação dos grupos pró-prisão de Lula. Ou seja, os grupos de direita. Mostram-se preocupadas sim com as caravanas a favor de Lula. A Polícia Militar, inclusive, já cadastra moradores do entorno do prédio da Justiça Federal, na expectativa de ter que bloquear ruas, só dando acesso a quem ali reside.

Leia Também>>  MBL e Vem pra Rua desistem de manifestação contra Temer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *