“Não mexe com quem tá quieto”: a crítica política de Anitta à proposta de criminalização do funk

Publicidade:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *