NASA está a criar uma “internet a laser” a pensar nas comunicações entre planetas

Publicidade:

Do SapoTek

Atualmente, maioria das transmissões de dados de longa distância faz-se com fibra ótica, mas aquilo que é considerado “alta velocidade” na Terra, não chega para o Espaço. Já um sistema de comunicações baseado em raios laser é outra coisa.

É esta a aposta da NASA com o LCRD, sigla para Laser Communications Relay Demonstration, a plataforma que vai tornar possível criar um sistema capaz de codificar dados num raio de luz, que depois pode propagar-se facilmente no Espaço, uma vez que, ao contrário do que acontece na Terra com as nuvens ou com a curvatura do planeta, não encontrará qualquer obstáculo pelo caminho.

Por enquanto estão apenas a ser dados os passos iniciais, sendo o principal objetivo desta plataforma identificar a melhor forma de gerir um sistema de comunicações laser.

Segundo a NASA, a nova internet será capaz de transmitir dados a velocidades 10 a 100 maiores do que as proporcionadas pelos sistemas de radiofrequência em que se baseiam atualmente os downloads de dados científicos ou as comunicações com os astronautas.

“A LCRD é o próximo passo implementar a visão da NASA na utilização de comunicações óticas tanto para missões próximo da Terra como missões no Espaço profundo”, refere Steve Jurczyk, administrador associado do Space Technology Mission Directorate daquela agência espacial, que gere o projeto. Uma tecnologia com potencial para “revolucionar as comunicações espaciais”, garante.

Leia Também>>  Como é a vida do 'ciborgue' americano Chris Dancy, o homem mais conectado do mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *