Nazismo de esquerda? Só para os mentecaptos

Publicidade:

por Guilherme Coutinho, Brasil 247

Hitler odiava os comunistas. Em seu livro Mein Kampf , editado na prisão, em 1926, ele já citava o comunismo como “um perigo judeu” e afirmava  que o marxismo era  o problema mais importante que confrontava a Alemanha à época. Em 1941, já durante a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha Nazista invadiu a União Soviética, violando o pacto de Não Agressão Molotov-Ribbentrop, e iniciou a sangrenta guerra que culminaria com a vitória do Exército Vermelho sobre o Exército Nazista.  Durante o confronto, morreram cerca de 24 milhões de soviéticos (entre civis e militares), número superior às mortes de americanos, franceses, britânicos e chineses somadas, durante toda a Guerra.

O ódio de Hitler foi diretamente transferido para a ideologia que criara. Karl Marx, que mais tarde se declarou ateu, era de uma família judia alemã, o que gerava ojeriza por parte dos nazistas. Existem ainda diferenças conceituais muito evidentes entre o comunismo e o nazismo: enquanto o primeiro pregava uma sociedade livre de divisões e apátrida, o segundo era apoiado na hierarquia de classes raciais e era ultranacionalista. Não existe absolutamente nada que ligaria nem de longe o nazismo ao comunismo ou à esquerda, exceto o nome do Partido Nazista: Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães.

Assim como nunca devemos julgar um livro pela capa, jamais devemos julgar um partido pela sua nomenclatura. Normalmente, não passam de signos vazios, com o intuito de criar identificação por parte de determinados apoiadores. Vejamos, por exemplo, no Brasil, o PSDB. Carrega o nome de social democracia no nome, enquanto pratica seu exato oposto: o neoliberalismo. Com o Partido Nazista, a lógica foi a mesma: foi cunhada a expressão “Nacional Socialismo” para atrair a atenção da classe trabalhadora alemã. Mas o partido, em todas suas ações, era de extrema-direita e continua sendo a grande referência desse espectro ideológico nos dias atuais.

Leia Também>>  Torcedores fazem festa pró-Hitler na Itália e caso vai parar na delegacia

Podemos fazer o teste com a maioria dos partidos, no Brasil e no exterior. Os nomes soam como siglas vãs que não dizem nada frente à atuação das agremiações (DEM, PSB, PSC, PMB etc). A afirmação de que o nazismo é uma ideologia de esquerda só pode estar relacionada à completa falta de informação ou por uma absoluta escassez de discernimento. Uma discussão que não deveria sequer ter começado, mas já que começou que se tenha um fim: o nazismo não é de esquerda. Este conceito fica para o lado de lá, bem no fim da linha.

One thought on “Nazismo de esquerda? Só para os mentecaptos

  1. Logico que Hitler odiava o comunismo, todo mundo odeia comunista, até os comunistas pq tem q dividir o cocho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *