Pedagogia do golpe: saiu a honesta, entraram eles

Publicidade:

Pouco mais de um ano depois do golpe de 2016, a classe média brasileira chega à conclusão de que foi feita de imbecil pela elite que a manipulou. De acordo com pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo, 83% dos brasileiros avaliam que Michel Temer é corrupto – acusação que nunca foi feita à presidente legítima Dilma Rousseff nem por seus mais aguerridos adversários. Ou seja: o Brasil foi o único país do mundo que trocou uma presidente honesta por uma legião de investigados; entre os protagonistas do golpe, dois ex-presidentes da Câmara, Eduardo Cunha e Henrique Alves, já foram presos, enquanto o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) é o recordista em inquéritos na Lava Jato. Para completar a tragédia, nesta semana Temer se tornará o primeiro ocupante da presidência da República denunciado por corrupção. Os brasileiros perderam a democracia, o respeito do mundo e o orgulho de ser brasileiros, mas ao menos aprenderam uma lição

Do Brasil 247

O Brasil ainda será tratado como um caso de estudos internacional. No futuro, pesquisadores e cientistas sociais debaterão como um país, que caminhava para ser uma potência global, decidiu se autodestruir, trocando uma presidente honesta por uma legião de corruptos, provocando, nesse processo trágico, a destruição de sua própria economia e de sua imagem internacional

Uma pesquisa Datafolha divulgada neste domingo revela que os brasileiros nunca sentiram tanta vergonha do próprio País. E 83% dos brasileiros avaliam que Michel Temer é corrupto – uma acusação que nunca foi feita à presidente legítima Dilma Rousseff nem por seus piores adversários.

Temer e vergonha são as duas faces da mesma moeda. Os brasileiros sentem vergonha de ser brasileiros porque têm Temer na presidência. Um personagem que nesta semana se tornará o primeiro ocupante da presidência da República denunciado por corrupção pela procuradoria-geral da República. E que, quando vai ao exterior, comete gafes em série (saiba mais em Temer destrói a imagem do Brasil no mundo).

Leia Também>>  A crise política e a distopia tropical

Entre os protagonistas do golpe, dois ex-presidentes da Câmara, Eduardo Cunha e Henrique Alves, já foram presos, enquanto o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) é o recordista em inquéritos na Lava Jato – e ainda não teve seu próprio pedido de prisão julgado, depois de ser flagrado num esquema que envolvia propinas de R$ 2 milhões da JBS.

Com o golpe dos corruptos contra a presidente honesta, os brasileiros perderam a democracia, o respeito do mundo e o orgulho de ser brasileiros, mas ao menos aprenderam uma lição. Tomara que não se deixem mais manipular por uma elite colonizada, retrógrada e anti-nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *