Todo falastrão fascistoide é um covarde: a surra moral de Juca Kfouri no professor Villa

Publicidade:

por Kiko Nogueira, DCM

Marco Antônio Villa confirma a regra de que todo falastrão fascistoide é um poltrão na vida real.

Juca Kfouri contou a história em seu blog.

Segundo Juca, o professor de Histeria Villa, cujo “forte é xingar e desinformar”, mentiu em seu programa na Jovem Pan.

“Disse que furei a greve dos jornalistas em 1979 quando, simplesmente, fui do Comando de Greve, como milhares de jornalistas podem confirmar”, escreveu o jornalista.

Juca tentou telefonar para o sujeito. Ele não deu o número. Infelizmente para o comentarista tucano, os dois se encontraram na rua.

Segue o relato:

Pedi, educadamente como não é do feitio dele, que pesquisasse a calúnia que havia cometido e a corrigisse.

Ele ficou tão atemorizado que sorriu sem graça, gaguejou e tentou minimizar a ofensa ao dizer que seu erro “não tinha importância”.

Insisti, com firmeza, mas ainda com delicadeza, que para mim era importante e que gostaria de ouvir a correção.

E despedi-me dele e da senhora que o acompanhava na Avenida Angélica.

Passadas mais de 48 horas, o vilão não se manifestou.

Corajoso à distância, revelou mais uma vez o que é: leviano e covarde.

Mas, tudo bem.

Vê-lo atemorizado como um cordeiro bastou.

Kfouri não precisou ir às vias de fato para dar uma surra moral em Villa — que vive de caluniar, sempre em altos brados, seus oponentes.

O homem acoelhou-se. Fez pior em seguida: não corrigiu a informação.

Pusilânime, Villa não tocou no assunto até hoje. Provavelmente, não voltará ao tema.

Não demora a será novamente confrontado por outros que, como Juca, foram alvos de suas agressões. O final pode não ser tão pacífico.

Sempre restará a Villa o gênio de Nelson Rodrigues, um conservador que deveria lhe servir de modelo pela civilidade, para se justificar.

“Hoje é muito difícil não ser canalha”, afirmou Nelson no conto “O Ex-Covarde”. “Todas as pressões trabalham para o nosso aviltamento pessoal e coletivo.”

É difícil para o Villa ser o Villa.

Leia Também>>  Em crítica a Trump, jornalista americano diz que Brasil é 'República de Banana'

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *