Você sabe que um comediante como Gentili acabou quando ele é notícia por esfregar papel em suas partes

Publicidade:

por Kiko Nogueira, DCM

Você sabe que um comediante acabou quando ele é notícia não por suas piadas, mas por esfregar papel em suas partes.

Danilo Gentili gravou um vídeo que extrapola qualquer noção de humor — e dá uma dimensão do grau de respeito que ele tem pela Justiça, por seu “público” e, no limite, por si mesmo.

Gentili aparece tripudiando de uma notificação enviada pela Procuradoria Parlamentar da Câmara de Deputados com reclamações da deputada Maria do Rosário.

Eram prints de tuítes com críticas dele. Gentili faz um teatro, como se não tivesse lido a documentação.

“O que que ela é?”, pergunta. Cobre um pedaço da palavra “deputada” com os dedos de modo a destacar o termo “puta”.

Então rasga as folhas e esfrega-as dentro de sua calça, em frente à câmera.

“Para Maria do Rosário e para qualquer outro deputado, de qualquer outro partido: Eu que decido se você cala ou não a boca – nunca o contrário”, diz.

Ainda se deu ao trabalho de ir ao Correio mostrar que tinha mandado de volta o envelope.

Gentili estava desaparecido desde que o PT saiu do poder e seu único assunto acabou.

Ressurge agora com um show de sordidez com suas vítimas de sempre. É um fascistoide que só se explica no Brasil pós-golpe.

A coisa tem mais de 6 milhões de visualizações em sua página no Facebook.

É obra de um alguém extremamente perturbado. Dá pena. Não dele, evidentemente, mas do país que nós viramos.

Leia Também>>  Merval: tá tudo perdido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *